Arquivo da tag: Ode ao Dois de Julho

Ode ao Dois de Julho (Parte 3)

Maria Quitéria encerra o “Ode ao Dois de Julho”, poema de Castro Alves sobre a Batalha de Pirajá. Mas quando a branca estrela matutina Surgiu do espaço… e as brisas forasteiras No verde leque das gentis palmeiras Lá do campo … Continue lendo

Publicado em Artes | Com a tag , , , , , , , | Deixar um comentário

Ode ao Dois de Julho – Parte 2

Maria Quitéria declama mais duas estrofes de “Ode ao Dois de Julho”, poema de Castro Alves sobre a Batalha de Pirajá. Não! Não eram dois povos que abalavam Naquele instante, o solo ensangüentado… Era o porvir – em frente ao … Continue lendo

Publicado em Artes | Com a tag , , , , , , , , , , | 3 comentários

Ode ao Dois de Julho – Parte 1

Maria Quitéria recita as primeiras estrofes de “Ode ao Dois de Julho”, poema de Castro Alves sobre a Batalha de Pirajá. Era no dois de julho. A pugna imensa Travara-se nos cerros da Bahia… O anjo da morte pálido cosia … Continue lendo

Publicado em Artes | Com a tag , , , , , , , , | 1 comentário